domingo, 11 de julho de 2010

O fim de semana.

Hoje, vou tentar resumir o fim de semana que vou levar um tempo pra esquecer.
Como todos sabem, coisas estranhas, inéditas e injustificáveis acontecem comigo a qualquer hora de dia. Porém, quando tento não ficar absolutamente entediada em um fim de semana calorento como este (que graças a forças divinas está acabando), as chances de coisas “obscuras” acontecerem aumentam exponencialmente.
Meu fim de semana foi contemplado por situações atípicas que estão especificadas abaixo:

Sábado:
Sair com a Larissa (amiga, irmã, camarada) para uma volta de carro com a Andréa (prima insana que não sabe dirigir).
Até ai, tudo bem, tudo normal. Mas tudo muda quando o dito passeio termina com uma inocente visita a um membro da família, no bairro da Marambaia, às 22h, sem energia elétrica e sob ameaça de ataque por quatro feras sanguinárias (4 feras sanguinárias = 4 vira – latas descontrolados no escuro).

Domingo:
Dia normal, onde (ainda com a Lari) limpamos o quarto, hidratamos os cabelos, conversamos sobre coisas comuns (a vida alheia) e no fim do dia cada uma voltou para casa para uma nova semana...
Até que, no fim da noite me senti a criatura mais ignorada do planeta por motivos desconhecidos em um papo estranho e desconfortável.

Resumo da ópera:

CARA DE IDIOTA PARA INICIAR A SEMANA.



Fico emocionada quando essas coisas acontecem...
Boa semana e até a próxima (sem surpresas, por favor).

Um comentário:

Larissa disse...

mana altas aventura com andreia, quase encontramos a chita huahuaha xD